quinta-feira, 11 de junho de 2009

A Insustentável leveza da Lua - não é de qualquer satélite, qualquer coisinha que espalha brilho e luz por aí, não é! O artigo é definido, ou seja, a leveza é de uma Lua específica e determinada e ponto final.

Unfs, acho que não vou conseguir fazer um post que preste..
Há uma certa limitação no vazio.
Há uma uma certa tranquilidade catatônica,
uma espécie de leveza, mas desbotada...

Não sei o que pensar das coisas, das pessoas, de mim... Não sei o que há de "errado" ou o que falta, mas falta algo Oo

ps: Assisti "O escafandro e a borboleta", um filme sensivel, com cenas bonitas.. gostei, gostei! :)


confesso que eu qria alguém cantando..

"Vem cá, meu bem, que é bom lhe ver
O mundo anda tão complicado
Que hoje eu quero fazer tudo por você..."

:) namastê :*

2 comentários:

Pedro disse...

"Visto da Terra, o satélite apresenta fases e exibe sempre a mesma face , fato que gerou inúmeras especulações a respeito do teórico lado escuro da Lua, que na verdade fica iluminado quando estamos no período chamado de Lua nova."

wikipedia - Lua

Hoje seria um ótimo dia de Lua nova(?)(!).

Marcela' disse...

Sensação de vazio para mim só se for fome! Se está faltando, procure e procure o que te preencherá.
É, sou otimista :/
haha , baci.