sexta-feira, 25 de maio de 2007

Diálogo


Luana: Não, não vá embora!

José: Eu tenho que ir...Não é questão de "poder escolher" ( o velho lance do livre arbitrio e pá e pow!). Eu simplesmente tenho que partir!


Luana: Mas isso não é justo! Eu já me habituei com a sua presença constante, com os seus conselhos "maduros", com as suas piadas infames, com o seu "ar" insinuante que, às vezes, demonstra o quanto estas longe (na lua, mais precisamente) e em outros momentos, o quanto desejas "algo"...

José: Você não está me ajudando! Pare com essa lamuria, você não precisa de mim, como disse é apenas uma questão de costume. Você está acostumada a mim! Isso passa...

Luana: Quem é você pra me dizer o que eu preciso ou não? Você não sabe das minhas necessidades e do quão urgente elas podem ser! Se você se for, uma parte de mim se perderá (literalmente) e isso não é melodrama e mesmo que fosse é o que eu sinto e como sinto!

José: ...

Luana: Precisas mesmo ir?

José: Sim! Não estarei muito longe... Se me procurares bem no fundo do teu ser irás me achar! Pois, já me incorporaste, me deste abrigo, atenção e "importância"... Assim, não há separação total...Você está em mim e eu estou em você... Existimos a partir dessa relação e só por meio dela!

Lua: ...

Jo: ...

Ps: Tô cheiaaa... Com a barriga cheia x)

Comi d+ no aniv do meu priminho Matheus! Parabéns pra ele \o/ e desde já obrigada por ter me proporcionado tamanha "comilança" :D

x* Namastê *x

15 comentários:

Dalai_ disse...

A parte que eu achei CHAVE disso, foi quando 'josé' diz que por meio dessa intersecção de existência mútua, ele e você estão e estarão sempre ligados e é aí que reside alguma coisa que não sei o quê é(e já não sei em que pensar devido à hora hehe)

Na primeira lida, achei que José fosse um ente seu que havia falecido. Mas depois que cê disse que dependia da minha interpretação, aí saquei que pode ser qualquer pessoa que você já teve/tem/terá contato e que fatalmente, vai ter que ir embora simplesmente porque que que parir.
:)
\o\

amandabalbi87 disse...

eu sempre achei que vc fosse esquisofrenica. Agora ta tomando remédio né?

Edson Bezerra disse...

Ah, essas despedidas...
Podem ser doloridas, mas nos causam bons textos, no mínimo.
E esta última frase do José é típica de quem vai embora mesmo, sem dó nem piedade (rs).

Só espero que não tenha sido real.

Beijão

vida de vidro disse...

Não perdemos as pessoas que são importantes na nossa vida. Ganhamo-las... dentro de nós. **

jguerra disse...

Nos acostumamos aos lugares e às pessoas e as mudanças, por boas que sejam nos assustam. Por vezes tb temos de deixar partir para que possamos evoluir e para que o outro tb o possa.
Um abraço e votos de uma boa semana.

aNNaFLaVia disse...

proporcionado tamanha "comilança"
ahsuahsuahsuahs

;P

Cosmonauta disse...

Mesmo que se vá, José certamente andará de costas, para poder fica olhando pra Luana enquanto se vai. A Lua se acostumou com o cosmonauta e ele se acostumou com a serenidade que não encontrou em "lugar" algum da Terra. Deixe de lamúria! Provavelmente José esteja indo apenas pegar a bagagem que deixou na Terra para, com isso, se mudar de mala e cuia. Ou talvez esteja dando a oportunidade para que um outrem receba e reflita o aconchego da Lua. Certo é que Luana nunca esteve e nen estará só.

Bárbara P. disse...

Nós nunca estamos separados de nada ou ninguém, mas quando os olhos não vêem, fica difícil acreditar nisso...

Adoro aniversário de criança!!! Ontem eu fui a um batizado e a festinha foi óóóóóótima!

Lari Nakao disse...

Eu odeio despedidas. Sempre fico mal, independente de ser eu quem digo tchau ou não.

Clarisse disse...

Quem não quer ficar na ilha, quem não quer voltar para a ilha?

Azul ou vermelha? :)

Comeu muito brigadeiro!?
=**

Alê Namastê disse...

Adorei a frase da imagem...repeti a leitura 2 vezes.
Tenha um dia lindo!
Beijos*

Tiago Azevedo de Aguiar disse...

eu sempre bato na tecla do apego x mudança, sempre dói, mas sempre muda...

e aí, a gente com isso?

o velho budismo diz que o segredo para a evolução está no amor x apega, amar sem apego...

eu acho duas coisas tão conexas...

;D

Cineasta 81 disse...

Deve ser legal esse tal de teatro mágico, mas será q não é uma tentativa de pegar a rabeira do cordel?

Lua disse...

É dificil deixar partir mesmo que seja por uma semana alguem que nos faz e traz tanto bem...
comer é algo que nao sei a um bommm tempo desde que me deixaram aqui ao relento... beijos

R Lima disse...

Vim através do blog do Edson.. linda frase essa... e belo blog.

Sucesso!!!





[ http://oavessodavida.blogspot.com/ ]

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...