domingo, 20 de setembro de 2009

Metal contras as nuvens..

"Não sou escravo de ninguém
Ninguém, senhor do meu domínio
Sei o que devo defender
E, por valor eu tenho
E temo o que agora se desfaz..."

(...)

"Eu sou metal, raio, relâmpago e trovão
Eu sou metal, eu sou o ouro em seu brasão
Eu sou metal, me sabe o sopro do dragão..."

(...)

"É a verdade o que assombra
O descaso que condena,
A estupidez, o que destrói..."

(...)

"Tudo passa, tudo passará..."

x* namastê *x

3 comentários:

Franzé disse...

Realmente tudo passa. O tempo não pára.

This place is great!!

Bjos.

gabriela awbooc disse...

Lubs?! :D
Aqui é Gabi, do Menta! Lembra? Voltei pra a net com o cancelamento do ENEM...
E isso aqui tá tão bucólico... Cê tá bem?

;*

Gabriela Awbooc. disse...

Hey! Mudei o layout só porque a senhorita reclamou dos comentários!
Beijos!