segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

30/01/2012

Quando seus instintos dizem para você seguir um caminho, você segue? Ou paralisa?
O quanto você é capaz de apostar a sua vida pelos seus sonhos e ideais?
Sacrificar a si mesmo e aos prazeres mais carnais e superficiais não é nada comparado as escolhas que você faz e que afetam outras vidas...Mesmo a vida, a dignidade e o respeito sendo postos a venda à preço de banana...
Você deita à noite e passa a madrugada em claro buscando soluções e estratégias e você se prende tão fortemente  a isso que começa a enrijecer seus ideais e não os reconhece mais.
Você tem pena de si mesmo?
Cadê a coragem para mudar o mundo? Aonde foram parar seus discursos inflamados que contagiavam os amigos? Que caminhos são esses que você anda seguindo?
Por que? Pra quem?
Você já não é mais o mesmo, você sabia disso?
Volte para casa, pros seus sonhos e ideais ou morra por eles, ao menos.

x* namastê *x

2 comentários:

Cacerenga disse...

Morrer por ideiais me parece algo tão idiota. Eu gosto dos que tem fome, dos que morrem inanidos. Espero que ele não faça isso. Quanto a voltar para casa, coitados dos que tem de voltar para casa. Prefiro um homeless, um vida-solta, un trotamundo, hitchhiker, revirador de lixo e comedor de restos, vagabundo, ladrão e puto. Não volte Jean Genet! Nem morra, porra. Keep walking!

:)

Cacerenga disse...

Lu, você é muito engraçada. Pena ser tão pouco perceptiva...

:)