sexta-feira, 28 de maio de 2010

Tenho andado meio desesperançada.

Eu acho que não por acaso fala-se que inveja, egoismo e orgulho (basicamente) podem ser considerados doenças. Esses sentimentos corroem por dentro, enfeiam as pessoas e ainda por cima fazem mal, fisicamente falando. No entanto, estamos rodeados de pessoas assim e, muitas vezes, agimos com base nesses sentimentos e dái eu me pergunto: quem somos nós? Qual o propósito da vida? É realmente tão dificil pensar um pouco no outro, se colocar no lugar e agir de forma mais justa? De um modo geral, acho que a gente tem preguiça de tentar e se esforçar ou então vivemos tão iludidos, mas tãoo iludidos que quando a carapuça cair teremos que juntar também nossos fragmentos...

Só precisava colocar um pouco da minha indignação com todo o egoísmo e individualismo que eu presencio.

"Seja do bem, não basta ser feliz,
No final seu troféu vai ruir.
Faça alguém ser feliz,
vão lembrar de você ao sorrir".

fazia tempo que não escutava Gram. Recomendo! :)

x* namastê *x

ps: se é uma volta definitiva? Não sei.. :)

9 comentários:

Fouad Talal disse...

Ação!

Quarenteando disse...

Nascemos egoísta; o ser humano é essencialmente um EGO seguido de "ista" ou "cêntrico".
Revoltamo-nos, por vezes, com essa características, mas temos de nos moldar a isso. Se percebermos, também o somos...
Abraço.

Pedro disse...

Concordo com todas tuas palavras e sentimentos, dona Lua. Por que o mundo tá assim? Por que? Dá vontade de... não ter mais vontade. Assim não há frustração.

Raphael Quintão disse...

O humano é uma raça em evolução. Para toda raça em evolução há a constante e desesperada luta para a sobrevivência. A luta do humano é essa, os mais fortes sobrevivem, os mais fracos sucumbem, é a seleção natural. Resista a sua natureza e você só terá sofrimento, aprenda a utiliza-la...

jzzz disse...

aai que bom que meu post foi útil pra alguém :DDD fico bem feliz! são lindos né? compro livro de criança só por causa das figuras :~ hahahaha
vejaaa é legal, o filme!! :**

Raphael Quintão disse...

Acho que me expressei mal. Concordo com você, temos que evoluir até chegarmos ao ponto onde não haverá conflitos. Quis dizer que apenas indignar-se com a natureza humana não muda nada, temos que canalizar essa indignação, mostrar ao mundo o que todos estão fazendo. As pessoas fingem ser boas, quando na verdade elas possuem um lado obscuro imenso. Seria melhor aceitar essa escuridão e tentar reduzi-la, do que fingir que ela não existe e deixa-la crescer. Nisso que acredito. Só não me expressei bem, eu acho.

coloquei para te seguir, ok?

Alê Quites disse...

Gostei!
Andei alimentando alguns sentimentos ruins, mas já me toquei que mudar o jogo, ser e fazer alguém feliz é o remédio certo.

Ah! Qdo vier a Pipa pode se hospedar na minha casa - Será um prazer recebê-la.
Bjos

jzzz disse...

Sério? Então vá, vale muito a pena você ir viu?! recomendo.
brigaaaaaada, lá é lindo demais, não preciso nem me esforçar pra tirar fotos! saduhuhsdasda
beijos

Lucão disse...

:P
dormir com a consciencia tranquila de que fomos o melhor que pudemos, sempre, é a recompensa.
(e compensa bastante)

:)
volta! volta! volta!

beijo, Lua!